junho 15, 2009

SOBRE O TEMPO

- Foto By Volnei Almeida -

O tempo passa e nem tudo fica
A obra inteira de uma vida
O que se move e
O que nunca vai se mover... O passado está escrito
Nas colunas de um edifício
Ou na geleira
Onde um mamute foi morrer
O tempo engana aqueles que pensam
Que sabem demais que juram que pensam
Existem também aqueles que juram
Sem saber ...

- Sobre o tempo - Nenhum de Nós


Sempre o vi com um certo fascínio. Ele rege a minha, a sua e a vida de todo o mundo. O tempo é o senhor que abrevia as horas mais doces, aquelas que a gente não quer que passem, ao contrário, pedimos ao tempo que as levem devagarinho, bem de mansinho, e que não abrevie tanto assim os momentos de felicidade que a vida vez por outra, nos dá de presente.

Crianças, não temos noção de como ele passa rápido, até que ja adultos olhamos para o passado e vemos que o tempo não diminui a sua marcha, ele segue sempre adiante não olhando para trás. Quem de nós não gostaria de poder voltar atrás no tempo e modificar o que já foi feito? Fazer diferente do que fizemos mudando assim o presente, diminuindo os sofrimentos, encurtando as longas e tortuosas estradas pelas quais tivemos que passar ferindo os nossos pés e corações? Na verdade, pedindo ao tempo uma segunda chance?

Acho que somos as somas dos nossos erros e acertos e através dos anos passados fomos moldando esse universo que cada um de nós carrega dentro de si mesmo, nos adequando as diversidades do caminho e as intempéries trazidas pelo tempo. De certa forma implacável e infinito, o tempo é de fato o único testemunho da história ajudando a criar, a construir e edificar o que sabemos hoje e o mais importante: O que "somos" hoje. Mundos, civilizações e seus governantes foram criados e destruídos sendo levados pelo tempo, assim como cada um de nós.

Longe de querer escrever um texto pessimista, o que me leva a pensar sobre o tempo hoje é a necessidade de não se deixar levar por ele passando por essa vida "vivendo apenas, sem mistificação" - como disse Carlos Drummond de Andrade em um de seus mais belos poemas...É não se deixar ser levada pelo tempo vendo apenas o lado ruim da vida, se focando nas tristezas, nas mágoas, decepções e se esquecendo do quanto são importantes os acertos e de como eles são essenciais para nos ajudar a errar menos. " Perfeição" não deixa de ser o substantivo que é pois não somos perfeitos, e recordando o antigo ditado: " Ninguém é perfeito" .

Ainda acredito no tempo. Acredito na bondade que ele me doa a cada dia e não me canso de dizer ao mundo o quanto ele me fascina.. Acredito nas oportunidades de mudança que ele incansavelmente me oferece abrindo suas janelas para um amanhã melhor. Acredito e recebo agradecida a fé e a esperança que ele me traz a cada amanhecer. Ainda espero a maturidade que ele vem trazendo devagar, e não me revolto com os caminhos que ele escolhe para que ela chegue até mim. Acredito na sabedoria que só o tempo traz. E não posso deixar de acreditar nunca que após uma tempestade vem um belo dia de sol...

Pensando sobre o tempo, fica a certeza de que não pediria a ele uma segunda chance para fazer tudo diferente. Talvez por ter a certeza de que certas coisas nem mesmo o tempo é capaz de mudar. E é com o coração repleto de gratidão que sigo adiante, vivendo apenas o meu tempo.

2 comentários:

Pena disse...

Estimados e Simpáticos Amigos:
Um texto fabuloso de uma credibilidade sensível e pura no tempo que há-de vir e esquecer um passado menos bom. Soberbo. De encantar.
"...Ainda acredito no tempo. Acredito na bondade que ele me doa a cada dia e não me canso de dizer ao mundo o quanto ele me fascina.. Acredito nas oportunidades de mudança que ele incansavelmente me oferece abrindo suas janelas para um amanhã melhor. Acredito e recebo agradecida a fé e a esperança que ele me traz a cada amanhecer. Ainda espero a maturidade que ele vem trazendo devagar, e não me revolto com os caminhos que ele escolhe para que ela chegue até mim. Acredito na sabedoria que só o tempo traz. E não posso deixar de acreditar nunca que após uma tempestade vem um belo dia de sol...

Pensando sobre o tempo, fica a certeza de que não pediria a ele uma segunda chance para fazer tudo diferente. Talvez por ter a certeza de que certas coisas nem mesmo o tempo é capaz de mudar. E é com o coração repleto de gratidão que sigo adiante, vivendo apenas o meu tempo..."

Perfeito numa narração plena de sensatez e bom-senso.
Parabéns sinceros e obrigado pela vossa amabilidade e simpatia no meu blog.
Abraço e Beijinhos de respeito e estima profundo e sentido.
O AMIGO SINCERO

pena

Bem-Hajam, amiguinhos fabulosos.
Excelente.
Se fosse possível votar no meu blog adoraria, mas se tal for impossível, amigos SEMPRE!
Sempre a lê-los com atenção pela significação imensa...
Cordialmente grato pela vossa amizade...

Du disse...

Cris e Mário!
Eu sabia que voltariam, mas não imaginei que fosse tão rápido...que bom! Blogar vicia mesmo, não dá pra ficar muito tempo longe!rsrsrs

Quero pedir desculpas pela demora em vir aqui, é que ando enfrentando alguns problemas familiares e minhas visitas estão escassas mesmo.

Eu adoro o Nenhum de Nós, principalmente esta música!

Bom retorno, vou levar o link rapidinho pra não esquecer de voltar.

Beijão pros dois!

Blog Widget by LinkWithin